Cacto com flor: saiba mais sobre eles

Cacto com Flor

Pouca coisa é tão linda quanto um cacto com flor. Resume-se à união de dois mundos totalmente distintos: o rústico abraçado pela máxima delicadeza.

Em alguns casos, o cacto com flor torna-se representação poética da brevidade da vida. Afinal, flores de cactos como os cereus são efêmeras, durando uma única noite.

Hoje, conversaremos sobre como conseguir um cacto com flor. Respeitando a natureza dessas plantas, você se surpreenderá com sua floração.

Você me acompanha?

Cacto com flor não é mito

Cacto com Flor

 Em geral, cactos sofrem bastante preconceito. Isso ocorre por sua abundância e uma série de questões sociológicas e estéticas.

Cactos estão presentes nos ambientes mais inóspitos. De desertos a encostas, eles ganham seu lugar e, lá, resistem bravamente às condições extremadas.

Sem mencionar que, infelizmente, muita gente acaba achando-os “feios”. Tudo por sua simplicidade e aparência exótica.

Contudo gostos são subjetivos. E que ótimo que nós sabemos apreciar a beleza contida nos cactos. Especialmente um cacto com flor, não é mesmo?

E, não: cacto com flor não é nem jamais será “mito”. Todas as espécies de cactos produzem suas flores. Umas, com toda certeza, chamam mais atenção. Mas é um processo natural a eles.

Faz-se, apenas, necessário que todas as necessidades sejam cumpridas. Na natureza, a própria seleção garante ser bem frequente ver um cacto com flor.

Mas atenção para um cacto com flor não natural

Infelizmente, alguns comerciantes podem agir de má fé, ao tratar de cactos. Por não cumprirem as demandas naturais, seus cactos não floram nunca.

E, obviamente, um cacto desses é muito menos interessante, não é mesmo?

Desse modo, é triste mas frequente encontrar um cacto com flor falsa, espetada nele. E qual não seria a decepção, ao descobrir a verdade.

Desse modo, esteja sempre atento à real forma das flores de cactos. Assim, você evita a frustração, numa situação assim.

O que é necessário para ver um cacto com flor

Flor em cacto

Um cacto com flor é máximo sinal de que a planta está saudável. Ocorre que todas as suas necessidades estão supridas. E há equilíbrio interno suficiente para sua reprodução.

Por isso, se um cacto não está florindo, é preciso prestar bastante atenção. Algo pode estar errado, e precisa ser corrigido imediatamente.

Afinal, é a vida da planta que está em jogo. Diversas situações podem, inclusive, resultar na morte de seu cacto. Tenho certeza que você não quer isso.

Assim, vejamos os principais aspectos a serem observados. Eles resultarão na experiência de ver seu cacto com flor.

O sol é determinante para possuir um cacto com flor

Cactos evoluíram para resistir ao sol escaldante dos climas áridos. Em desertos e regiões muito quentes, eles encontram as condições ideais para sua existência.

Quando os trazemos para cuidados, precisamos manter ao máximo o ambiente favorável.

Dessa forma, é importante conhecer os diversos tipos de cactos e sua relação com o sol. Afinal, há aqueles que precisam de sol pleno, enquanto outros podem sofrer com isso.

Cuidado com mudanças muito bruscas de temperatura

Você, talvez, tenha percebido que seu cacto está privado do sol. Se for o caso, realmente é urgente que você corrija esta postura.

Todavia mudanças ambientais muito bruscas podem prejudicar a saúde de seu cacto. Além de nunca florir, ele pode adoecer e morrer.

Assim, se precisa corrigir a localização de seu cacto, o faça com calma. Jamais retire um cacto de um ambiente fechado e o coloque para arder no sol.

Sim: eles suportam muito bem o calor. Porém precisam de um tempo hábil para reagirem à mudança. Tudo bem? Calma e paciência sempre!

Hidratação demais ou de menos prejudica os resultados

Água é vida. E com os cactos não é nada diferente.

Acontece que os cactos evoluíram para reservar a água de que precisam. Justamente por isso sua estrutura não se manifesta em galhos e folhas.

Tudo, nos cactos, foi adaptado para a sustentabilidade da água. Eles transpiram menos, e guardar o máximo de água que podem, ao contato.

O que ocorre, no entanto, é o perigo da ação humana na vida do cacto. Um cacto com flor não pode “passar sede” nem, muito menos, estar imerso em água.

Em climas muito secos, regar o cacto é de extrema importância. Mas isso não deve ocorrer mais que duas vezes por semana.

Quando é tempo chuvoso, deve-se monitorar o vaso, evitando afogamento da planta. Além disso, água demais pode gerar apodrecimento e corrupção do corpo do cacto.

Aqui, contar com o substrato para suculenta pode ser a grande chave. Afinal, você terá mais controle do que a terra, favorecendo o cacto com flor.

Se necessário, vitaminas ou adubo podem ajudar

Como antedito, o cacto com flor é sinal de saúde. E sua ausência denuncia alguma necessidade desatendida.

Assim, ao notar que seu cacto não flore, vitamina K ou adubos podem ser necessários. Eles fornecerão as substâncias necessários para o cacto com flor se desenvolver.

Mas atenção: não hipervitamine o cacto. Excessos são tão prejudicais quanto carências, tudo bem? E isso vale, também, para a escolha do vaso.

É preferível que o cacto com flor esteja num vaso pequeno. Que, no máximo, suas raízes consumam do substrato ou terra que a cerca.

Vasos muito grandes podem impedir a manifestação do cacto com flor. Nem pequeno demais, que impeça as raízes de se desenvolverem, nem grande demais.

E, de preferência, não o troque de vaso se não for extremamente necessário. A amputação de raízes o enfraquecerá. Além disso, pode resultar em sua morte.

Agora, você já sabe tudo que precisa para ter seu cacto com flor. Com carinho e dedicação, você presenciará a floração de sua planta, e irá se apaixonar.

Esteja sempre por aqui para mais dicas e conselhos sobre cactos e suculenta. Mais que um cacto com flor, queremos que seu cacto seja saudável e longevo.

Até mais! Foi um prazer ter você por aqui!

Conteúdo

Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *