Como fazer muda de cacto para cultivo ou venda

Como Fazer Muda de Cacto

O processo de separação da muda de cacto é determinante para o enraizamento. A amputação deve ser planejada e executada com precisão.

Hoje, ensinaremos a você como fazer muda de cacto para cultivo ou venda. Você conhecerá os segredos implícitos nesta tarefa.

Fique até o final para saber todos os aspectos, combinado? Então, vamos lá!

Considerações gerais

Muitos cactos possuem espinhos. Assim, ao retirar a muda de cacto de uma espécie espinhosa, utilize luvas de material impenetrável.

Fazendo isso, você evita o terrível desconforto causado por eles. Ainda, poderá reduzir os ferimentos e quebras de espinhos na própria planta.

Sobre as ferramentas, utilize lâminas afiadas. Cortes imprecisos ou cheios de ranhuras podem atrapalhar o desenvolvimento da muda. Tudo bem?

E, após o plantio, evite adubagem. É necessário que, primeiro, a muda enraíze e se desenvolva. Aí, sim, a adubagem pode ser feita normalmente.

Retirar muda de cacto globuloso

Como Fazer Muda de Cacto Globuloso

Cada um dos tipos de cactos possui sua própria estrutura fisiológica. Desse modo, para retirar muda de cacto globuloso, devemos respeitar sua constituição.

Globulosos são os cactos que possuem corpo esférico ou cilíndrico. Normalmente, manifestam-se como estruturas principais com satélites.

Estes satélites são o que chamamos de cactos bebês. A multiplicação dos cactos dá-se pelo amadurecimento destes bebês. Eles germinam da raiz principal.

Para retirar muda de cacto globuloso, separa um bebê do corpo principal. No entanto, faça-o sem ferir nem a planta principal nem a muda.

Essa bolinha será a muda. Então quando preparada, ela se desenvolverá em uma planta adulta.

Após a amputação do bebê, deixe-o cicatriz por, no mínimo, dois dias. Evite, nesse tempo, condições extremas de calor ou umidade.

Concluído o período de cicatrização, repouse a muda de cacto sobre o substrato para suculenta. Se não o possuir, misturas entre terra escura e areia podem servir.

Fazendo muda de cacto segmentados

Cactos segmentos são os que possuem gomos interdependentes. Quando um dos segmentos está desenvolvido, outro brota a partir dele.

Para separar muda de cacto segmentado, considere o gomo como uma totalidade. Assim, meça um segmento completo e faça a amputação.

Você pode amputar um segmento único ou brotado. Porém prefira fazer a muda com um único segmento, combinado?

Desta forma, amputada a muda de cacto segmentado, deixe-a cicatrizar. O período é idêntico ao das mudas globulosas: pelo menos, dois dias livre de situações extremas de calor ou umidade.

Extraindo muda de cacto em torre

O processo para extrair muda de cacto em torre é bastante similar. A família dos cereus é um excelente exemplo.

Ocorre que o desenvolvimento destes cactos é vertical. Eles estruturam-se em torres ou de forma arbórea.

Contudo, mesmo sendo um tronco único, há certa segmentação. Cinturas são formadas a cada período de crescimento. Elas devem ser consideradas como segmentos.

Desse modo, identifique uma das cinturas mais superiores da planta. A amputação deve ser precisa e limpa.

No caso de cactos com braços, priorize aqueles que possuem segmentos retos. Afinal, o enraizamento será mais fácil. Além disso, seu cacto crescerá esteticamente melhor.

Feita a amputação, segue-se o mesmo processo de sempre: o deve cicatrizar antes de ser posicionada no vaso.

Mas se você tem pressa uma outra maneira de cicatrização é utilizar a “cola tudo” a conhecida “cola super bonder”. É isso mesmo, apenas um pingo onde foi feito o corte e logo após já poderá colocar na terra para enraizar.

A cola cria uma camada que impede que a ferida tenha contato com a umidade, e desta forma, a muda não apodrece.

Acompanhando o enraizamento

A adequação do substrato ou terra é determinante para o enraizamento. Ele deve ocorrer para que a muda de cacto se alimente e cresça.

O controle de água e adubos visa preservação da amputação. Isso porque a hidratação exagerada da cicatriz pode resultar em apodrecimento e morte da planta.

Mantenha a muda de cacto iluminada, mas não a pleno sol. Deixe-a em meia sombra até que esteja em desenvolvimento pleno. Paciência e cuidados farão toda a diferença, aqui.

Esperamos que tenha gostado destas dicas. Tenho certeza que você conseguirá reproduzir seus cactos e será um tremendo sucesso.

Havendo dúvidas, pode falar com a gente. Basta deixar um comentário, que responderemos a seguir.

Ajudar você a produzir suas mudas para cultivo ou venda nos deixa imensamente felizes.

Até logo, sementeiros! Adoramos tê-los por aqui.

Conteúdo

Relacionados:

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *