Nematoide: Como identificar e salvar sua planta

Nematoides - Suculentas

O nematoide é, verdadeiramente, um terror invisível. Trata-se de um verme bem pequeno que ataca as raízes das plantas, causando sérias consequências.

Sua identificação é difícil, já que sua ação é oculta. Por isso, ao notar sua planta estranha sem causa aparente, tome cuidado: você pode estar sendo vítima do nematoide.

Hoje, conversaremos sobre essa praga e o que podemos fazer contra ela. De medidas preventivas a reativas, você verá tudo aqui.

Vamos juntos. Assim, poderemos vence-la e salvar nossas plantas.

O que é o nematoide

Nematoide é um verme parasita. Atua em todos os campos biológicos. É parte do grupo dos nematoda, animais de corpo cilíndrico e desprovido de segmentos.

Quando parasitam animais, crescem abundantemente. Contudo, ao atacar plantas, permanecem minúsculos, não atingindo mais que 3mm.

O nematoide age nas raízes da planta, totalmente invisíveis para nós. Este é o maior problema, pois ficamos impotentes até os estragos já estarem feitos.

Em geral, o nematoide divide-se em:

  • Endoparasitas: agindo desde dentro da raiz da planta;
  • Ectoparasitas: quando a ação ocorre por fora da raiz.

Sua ação baseia-se no corte de uma área da raiz e alimentação. No caso dos endoparasitas, o nematoide cria tumores na raiz, esses tumores se parecem com pequenas bolinhas ao londo das raízes. Eles depositam os ovos e se alimentam.

Nematoide

O grande risco do nematoide repousa da alteração estrutural que causa nas plantas. Com isso, ele muda geneticamente a planta, impedindo-a de se alimentar adequadamente.

Quando não combatido, esse problema pode causar danos irreversíveis às plantas.

Identificando

O combate ao nematoide é extremamente complicado por sua ação. Infelizmente, apenas percebemos sua ação quando a planta já está padecendo.

Externamente, a suculenta sofre algumas mudanças que indicam perda da saúde. As principais são interrupção do crescimento, tecidos enrugados e o surgimento de manchas.

Ao notar estes sintomas em sua suculenta, verifique-a cuidadosamente. Afinal, estes sintomas podem ocorrer por ação do pulgão e da cochonilha.

Todavia, encontrados os sintomas e não identificado parasita interno, deve-se agir imediatamente.

A identificação definitiva dá-se pela observação das raízes. Em geral, o nematoide cria tumores, chamados galhas, nas raízes.

Assemelham-se, esses tumores, a tubérculos. O nematoide infiltra-se neles, enquanto agride a suculenta.

Lidando com o nematoide em vasos

Um vaso para suculenta é uma excelente maneira de cultivar sua planta. Ele lhe dá mobilidade e praticidade no manejo da planta.

Quando há ocorrência de nematoide numa suculenta em vaso, deve-se retirá-la dele imediatamente.

Confirmada a incidência do nematoide, a ação deve ser rápida e precisa. Ela consiste na amputação de todas as partes afetadas, que apresentem galhas.

Isso feito, é necessário manter a suculenta em repouso por alguns dias. O período mínimo é de três dias a partir da amputação. Neste tempo, evite sol pleno.

É de suma importância livrar-se de todo o antigo substrato para suculenta. Ao preparar o novo, convém utilizar outra fonte de terra escura. Afinal, a infestação pode ter vindo dela.

Havendo outros vasos próximos da planta afetada, atenção: o nematoide pode, discretamente, tê-las afetado também.

Então certifique-se de estar livre dele mantendo a planta isolada por algumas semanas.

Ocorrência de nematoide em jardins e estufas

Quando o nematoide ataca em jardins, o procedimento pode ser bem mais complicado. Afinal, torna-se praticamente impossível substituir toda a terra.

A incerteza sobre a permanência do nematoide pode ser um grande problema. Mesmo tratando todas as plantas individualmente, ele pode resistir e tornar a atacar.

Desse modo, em jardins e estufas, a ação precisará ser mais drástica. Faz-se necessário contar com pesticidas industriais que interrompam a ação da praga.

Dentre os principais, RIZOS e Quality são unanimidade, entre sementeiros.

Prevenindo naturalmente o surgimento

Nematoide

Mesmo sem jamais ter sofrido com o nematoide, você concordará que a prevenção é a melhor escolha. Assim, há alternativas naturais para manter a praga longe de nossas plantas.

A elas chamamos plantas antagonistas. Elas desenvolveram-se positivamente, tornando-se combatentes orgânicos do problema. E o melhor: sem agredir outras plantas e insetos.

Aqui, especialmente em jardins e estufas, o plantio das plantas antagonistas é uma alternativa ideal. Enquanto se protegem do nematoide, criam um ambiente seguro para suas vizinhas.

Além disso, falamos de plantas belas, que harmonizam muito bem com as suculentas.

Entre as principais, temos:

  • Cravo-de-defunto: a tagetes patula previne o surgimento do nematoide em plantas próximas de si. Ainda, possui coloração e perfume agradabilíssimos;
  • Crotalaria spectabilis: trata-se de uma leguminosa anual que repele a praga quando inserida no ambiente;
  • Mucuna sp.: outra leguminosa anual é a mucuna. Seus efeitos repelentes vêm sendo estudados. Atualmente, já se acredita ser uma boa alternativa no combate a essa praga.

Agora, é hora de colocar as mãos na massa. Aja com agilidade e atenção, e suas plantas se verão livres do nematoide em pouco tempo.

Se conhece outras alternativas viáveis para combater e prevenir a praga, deixe-nos um comentário. Juntos, seremos muito mais fortes e precisos na proteção de nossas plantas.

Até mais, amantes de suculentas. Foi um prazer enorme ter vocês por aqui.

Conteúdo

Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *